30.05.2012

Um namoro antigo está em período de noivado. A Flô di Pá está invadindo a Casa da Chris.

Já fomos visitar a casa dela para oficializar as fotos e a união. Está quase tudo pronto!

O resultado de duas tardes de fotos, chazinhos e risadas estará em breve na nossa lojinha.

28.05.2012


Já que falamos sobre receitas na semana passada, vamos aproveitar o embalo do tema e comentar sobre a revista digital da República Checa What Liberty Ate, que fala sobre comida feita em casa e é produzida por pessoas apaixondas por comida e fotografia.
Boa receita + boa fotografia + bom design, é sempre uma receita infalível! O resultado desta combinação está expressa nas páginas da revista.

Dá só uma espiadinha nesta segunda edição. É inspirador!

25.05.2012


Hoje é Dia da Costureira. O nosso desejo é que esta diversão para uns, profissão para outros e ambos para nós, nunca deixe de existir.
<3

24.05.2012


Nos dias de hoje, onde cada vez mais livros e revistas de papel estão desaparecendo para dar lugar às versões digitais (não que eu esteja reclamando, gosto e acho que tem lugar para ambos), vivo um momento nostalgia com relação às receitas de cozinha. Tenho uma queda especial por caixinhas organizadoras e ficamos muito felizes quando a parceria com a Cuttin’Studio nos proporcionou fazer esta caixinha de receitas.

Muitas das minhas receitas estão armazenadas no computador, mas para produzir esta foto aí de cima – e começar a fazer a minha própria caixinha, abri uma pasta plástica que eu não mexia a muito tempo e fiquei emocionada em ver que tenho receitas “colecionadas como antigamente”.
Tem uma parte considerável daquelas receitas recortadas do jornal de domingo e das latinhas de Leite Moça. Outra parte enviada por amigas, amigas da mãe, tias, vizinhas. Receitas enviadas e trocadas na época do não email e por quem continua sem ter um.
É com orgulho que tenho receitas em papel de pão, folhas de caderno amareladas, folhas datilografadas e até receitas mimiografadas!


Com estes novos produtinhos que desenvolvemos (caixinha de receitas, caderno e fichário), é possível tratar cada receita de forma única. Dá para imprimir templates de fichas como esses ou se inspirar no scrapbook e se divertir personalizando cada página de receita. Desta forma, além de manter tudo organizado e personalizado, você já vai criando uma relação emocional com cada uma delas. E você, de que forma costuma guardar as suas receitas?

fotos: priscila hatsue

22.05.2012

Azamiga de Campinas estão com tudo – ô mulherada que coloca a mão na massa.
Dia 1º de maio foi na abertura do Café com Pano, café-loja-ateliê da querida Ana Matusita. Num feriado delícia que permitiu o pessoal de São Paulo fazer caravana para passar o dia no famoso distrito de Joaquim Egídio.
O espaço ficou incrível, tem padrões e estampas maravilhosas por todos os cantos. O banheiro vintage é um dos meus cantinhos preferidos. Quem tiver curiosidade, antes de visitar o lugar, pode dar uma fuçada no blog da Ana e ver todo o processo de transformação do lugar.

No domingo seguinte, foi a vez da festa mais maluca e linda que eu já fui. A Dri Haddad é chef de cozinha e terminou o seu projeto de um ano cujo objetivo era fazer um bolo por dia, sim 365 bolos feitos. E para provar que ela não só sobreviveu e não enjoou de bolo, resolveu que a festa de comemoração do final do projeto seria cada convidada levando um. Deu para imaginar?

Pelas contas da anfitriã, foram aproximadamente 50 bolos de diversas modalidades diferentes espalhados pela casa. Pelas minhas contas, devo ter provado uns 15 – todos pedacinhos pequenos, juro! Corre lá para conhecer o blog Ovos Quebrados da Dri e acompanhar o novo projeto que ela emendou.

Não deixem de conferir estas meninas. Não consegui ilustrar muito as maravilhas comentadas, por que nestes dias, comer e conversar foi beeem mais legal do que fotografar.

Ah, tem Flô di Pá no Café com Pano.
Ah II, a Dri está abrindo a escola de culinária e teremos novidades Flô di Pá + Lots of Me em breve.
;)

16.05.2012

Conforme o cronograma, estivemos presente nos dois bazares que para nós já viraram tradição: Bazar Ógente e Bazar Kohii. Cada um com o seu público e o seu astral, nos permitiram ver, rever e conhecer clientes queridos.

No Bazar Ógente , por ser uma das organizadoras, acabei ficando mais no caixa central (que para a alegria de todos, bombou \o/) e quem deu conta da nossa barraquinha sozinha foi a Pri, com a honra de ser vizinha das meninas do Superziper.
O bazar inteiro foi incrível, não deixe de ver o vídeo feito pelo ógenter André Seitsugo, o mesmo que fez o nosso vídeo da Primavera 2011, lembra?


No Kohii, fomos vizinhas da Mimmos e da Cuttin’Studio. Recebemos visitas queridas da família, Monsters Highs e princesas. <3

Fico muito feliz em ver o alto nível do público que frequenta os nossos bazares. Alto nível no sentido de reconhecer e valorizar o trabalho exclusivo, produzido por quem está expondo. Nas últimas edições, sinto que não há mais o preconceito e nem a comparação com bazares mais tradicionais e as pessoas estão fazendo compras como se estivessem no shopping e conscientemente ou não, com a vantagem de estarem levando para casa muito mais valor agregado por produto comprado. Quem compra produtos handmade, e eu coloco a minha mão no fogo pelos expositores destes dois bazares, está comprando todo o carinho e dedicação de peças que muitas vezes são únicas. É tanta opção de qualidade, que o próprio ato de garimpar algo bacana já é um prazer só. E se a compra for para presente, a pessoa que ganhar com certeza se sentirá especial, afinal quem não gosta de ganhar presentes assim?